Livros Lidos

Inês - 's bookshelf: read

O Grande Gatsby
Isto Acaba Aqui
A Cabana
Escrito na Água
A Rapariga Que Sonhava com Uma Lata de Gasolina e Um Fósforo
A Rapariga de Antes
O Império dos Homens Bons
Em Parte Incerta
O apelo da selva
Os Homens que Odeiam as Mulheres
Diário de Anne Frank
A Princesa de Gelo
A Quinta dos Animais
Maligna
Como é Linda a Puta da Vida
Um estranho lugar para morrer
A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert
A Rapariga no Comboio
Mulheres, Comida & Deus
A aventura do bolo de natal


Inês - Livros e Papel's favorite books »

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Opinião - Numa Floresta Muito Escura - Ruth Ware



Não conhecia a autora Ruth Ware, mas recentemente foi lançado um novo livro dela, A Mulher do Camarote 10, li a sinopse e agradou-me bastante. Fui pesquisar a autora e encontrei este livro publicado cá em Portugal. A capa cativou-me logo e a sinopse também.


O livro narra o presente e o passado alternadamente. A protagonista, Nora, acorda na cama de um hospital mas não se lembra do que aconteceu e porquê está ali. Começa a contar do que se lembra, que foi convidada para um despedida de solteira de uma amiga que já não vê há 10 anos, numa casa no meio de uma floresta muito escura. O primeiro mistério é saber porque razão foi convidada visto que não se relacionava com a noiva há tanto tempo.

O local da casa é misterioso, sinistro até. As outras personagens (os outros convidados da festa) têm todos algo a esconder. 
O suspense está presente nesta história desde o início, mantém-se ao longo de todo o livro. Foi uma leitura viciante, sempre desejosa de saber mais sobre o que realmente tinha acontecido. Muitas surpresas ao longo da história, um livro bastante empolgante.

Classificação: 4/5

Sinopse:
Não vai largar o livro até chegar à última página. A atmosfera densa e as revelações surpreendentes vão deixá-lo sem fôlego.»Entertainment Weekly Uma mulher solitária recebe um convite inesperado para a despedida de solteira de uma amiga que não via há muito tempo. Relutantemente, ela aceita participar na reunião de amigas, algures numa casa isolada na floresta.Quarenta e oito horas depois, Nora acorda numa cama do hospital. Está ferida mas não se recorda exatamente do que se passou. Sabe, no entanto, que alguém morreu. O que fiz eu?, pergunta-se ela, consciente de que algo muito grave aconteceu naquela casa na floresta escura, muito escura… 






8 comentários:

  1. Amoo livros de mistério na maioria das vezes vicia mesmo! Irei pesquisar e ler achei bem bacana a sua resenha.

    ResponderEliminar
  2. AMEI a dica! AMo suspense. Será que tem esse livro aqui no Brasil também? É só suspense ou tem algo sobrenatural?

    Blog LiteraMente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só mesmo suspense, nada de sobrenatural :)

      Eliminar
  3. Olá!
    Também não conhecia a autora, mas esse me chamou MUITO a atenção!
    Super obrigado pela dica! Se fosse pela capa, provavelmente deixaria passar haha
    Espero que tenha no brasil.

    Abraço!
    Lupi Literatus
    Resenha "A Mensageira da Morte"

    ResponderEliminar
  4. Ah, livros de suspensa são meus favoritos. Principalmente estes que brincam com a memória (ou falta dela) e com a ordem cronológica dos fatos.
    Tomara chegue logo aqui no Brasil. Aliás, também não conhecia a autora.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Achei essa capa muito interessante, parece um bom livro e amo suspenses.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Olá
    A trama parece bem intrigante, fique curiosa, amo suspense e esse parece bem sombrio.

    ResponderEliminar
  7. Olá! Eu também não conhecia a autora e ao contrário de você, eu não curti muito a capa não, mas curti a sinopse. Gosto bastante de suspense, principalmente quando alternam passado e presente. Fiquei bem curiosa.
    Beijos

    ResponderEliminar