Livros Lidos

Inês - 's bookshelf: read

O Grande Gatsby
Isto Acaba Aqui
A Cabana
Escrito na Água
A Rapariga Que Sonhava com Uma Lata de Gasolina e Um Fósforo
A Rapariga de Antes
O Império dos Homens Bons
Em Parte Incerta
O apelo da selva
Os Homens que Odeiam as Mulheres
Diário de Anne Frank
A Princesa de Gelo
A Quinta dos Animais
Maligna
Como é Linda a Puta da Vida
Um estranho lugar para morrer
A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert
A Rapariga no Comboio
Mulheres, Comida & Deus
A aventura do bolo de natal


Inês - Livros e Papel's favorite books »

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Opinião - A Seca, Jane Harper




Este livro saíu em julho de 2017 e passou-me completamente ao lado, infelizmente o marketing é uma arma poderosa. Mas há pouco tempo vi algumas pessoas a falarem muito bem dele num grupo de compra e vende de livros. fui pesquisar e gostei da sinopse.

A história é passada na Austrália e começa com a morte de Luke, da mulher e do filho, Luke terá assassinado os dois e depois cometido suicídio. Apenas sobreviveu a filha de 13 meses, Charlotte.

Um amigo de infância de Luke, Aaron, regressa à pequena vila para o funeral do amigo e os pais de Luke não acreditam que o filho cometeu tal crime e pedem a Aaron, que é agora polícia, ajuda para investigar o caso. Aaron concorda e com a ajuda da polícia local tenta investigar o caso.

Mas há um outro mistério por resolver na vila. Há 20 anos atrás, quando Luke e Aaron eram adolescentes, uma amiga em comum afogou-se no rio onde costumavam tomar banho e nunca houve certeza se teria sido suicídio ou não. Na altura Aaron foi considerado por muitos como o principal suspeito de a ter morto.

Estas duas histórias estão muito ligadas entre si ao longo de todo o livro. Há segredos, há pistas falsas, há reviravoltas quando achei que já tinha percebido o enredo. Há a constante dúvida se Luke foi mesmo o autor dos crimes e as pistas que vão sendo reveladas, verdadeiras ou não, aguçam a nossa curiosidade e interesse pelo fim da trama. 

A escrita é simples e a leitura muito fluída, daqueles livros que nos prendem logo de início. Gostei muito mesmo.


Classificação: 5/5


SINOPSE
No calor sufocante do deserto, uma pequena vila é abalada por um crime inexplicável. Luke Hadler, filho da terra e amado por todos, matou brutalmente a mulher e o filho, tendo-se suicidado em seguida. Dos alegres retratos de família apenas sobreviveu a pequena Charlotte, de 13 meses.
Ninguém parece duvidar da explicação oficial para o crime exceto os pais de Luke, que tentam convencer o amigo de infância do filho, Aaron Falk, a manter a mente aberta a outras possibilidades. 

Aaron está relutante. Após anos de ausência, o regresso à terra natal está a revelar-se duro mas as memórias da infância partilhada com Luke falam mais alto. Embora dividido, ele aprofunda a investigação e, pouco a pouco, começa também a duvidar da acusação que paira sobre a honra do amigo. Mas há algo ainda mais assustador: estas mortes ameaçam desenterrar o velho segredo que ditou o fim da inocência de Aaron e Luke tantos anos antes. Sob um sol escaldante, a claustrofóbica vila assolada pela seca pulsa de tensão. Se Luke é inocente, estará o culpado pela morte da sua família a viver entre eles? Todos se conhecem e ninguém seria capaz de semelhante atrocidade. Certo?

Uma atmosfera intensa e vibrante que esconde um mistério surpreendente. O romance de estreia de Jane Harper é absolutamente imperdível.

Sem comentários:

Enviar um comentário